[2024] 1° LOTE: cadastrados na lista até o dia 17/10 terão desconto de R$1.200
e garantia de reembolso TOTAL no caso de aprovação pelo SISU 2024.1

[2024] 1° LOTE: cadastrados na lista até o dia 17/10 terão desconto de R$1.200 e garantia de reembolso TOTAL no caso de aprovação pelo SISU 2024.1

Lote 3 da AM: você tem até o dia 19/01 para se matricular
com 20% de desconto e parcelar em até 11x sem juros

Lote 3 da AM: você tem até o dia 19/01 para se matricular com 20% de desconto e parcelar em até 11x sem juros

[2024] Black Friday da AM: vagas abertas até o dia 8/12 com 25% de desconto
e garantia de reembolso TOTAL no caso de aprovação pelo SISU 2024.1

[2024] Black Friday da AM: vagas abertas até o dia 8/12 com 25% de desconto e garantia de reembolso TOTAL no caso de aprovação pelo SISU 2024.1

amblog-white

Veja qual o método mais fácil, entre Enem e vestibular, para ingressar em uma faculdade de medicina

Quando estamos na escola, é muito comum que várias pessoas venham nos perguntar sobre qual a profissão que queremos seguir no futuro. A escolha é, na maioria das vezes, desafiadora e extremamente difícil, principalmente considerando os processos para alcançar o sonho, como o Enem e vestibulares.

Aqueles estudantes que optam por cursar Medicina sofrem com as pressões externas e internas acerca da tão sonhada aprovação. Não é nem um pouco raro que esses estudantes ou passem alguns anos no cursinho, tentando ingressar na faculdade dos sonhos, ou passem direto do terceiro ano do ensino médio, devido a sua dedicação fiel ao processo de estudos. 

O ponto é que: o curso de Medicina é, em 99% dos casos, o mais concorrido dos vestibulares, sejam eles de instituições públicas ou privadas. Por isso, na época dos vestibulares, a mente e o coração do candidato estão fervilhando de emoções. 

Mas, afinal, no Brasil, é mais fácil ingressar em uma faculdade de Medicina por meio de vestibular ou ENEM? Qual a diferença entre enem e vestibular? Tire todas as suas dúvidas com as explicações detalhadas preparadas pelo time do AMentoria! Continue a leitura! 

Enem e Vestibulares
Veja dicas e detalhes de quais são os métodos mais fáceis para iniciar seus estudos de nível superior em Medicina. | Foto: Freepik.

ENEM

Antes de mais nada, é preciso que você saiba que nenhum método de ingresso na faculdade para qualquer curso é ‘melhor’ do que outro. Na verdade, o que acontece é que as suas prioridades precisam estar em sintonia com os vestibulares que você for prestar. Por exemplo, não faz sentido alguém que mora na Bahia prestar o vestibular da Universidade de Campinas (Unicamp) se essa pessoa sabe que morar longe de casa, em outro estado e em outra cidade não é um de seus desejos ou não vai contribuir para facilitar a jornada até a conquista de seus sonhos. Então, por mais que seja uma faculdade de Medicina, existe toda uma questão a se pensar antes de você se decidir, de fato, por um meio ou outro de ingresso na faculdade. 

Com isso em mente, vamos falar primeiro do ENEM, um dos métodos mais tradicionais. O post de hoje do AMentoria trouxe para você alguns pontos para levar em consideração na hora de se inscrever no vestibular de Medicina. Confira logo abaixo: 

1. Acesso às universidades públicas

O estudante que realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) pode se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (SISU), Governo Federal. Basta ter realizado a edição mais recente do exame e não ter zerado a nota da redação. A inscrição é feita no site do SISU e a plataforma seleciona os candidatos com a pontuação mais alta dentre todos os concorrentes. O SISU recebe inscrições duas vezes por ano, nos início dos dois semestres letivos. 

2. Bolsas de Estudo

Segue o mesmo esquema do tópico anterior: o estudante que tiver feito o ENEM mais recente e não tiver zerado a nota da redação pode se inscrever. A diferença é que, aqui, a seleção é feita pelo Programa Universidade para Todos (PROUNI), também do Governo Federal, e critérios como renda e escolaridade devem ser atendidos para a contemplação do candidato com a bolsa de estudos em uma instituição de ensino superior privada. Acontece duas vezes por ano. 

3. Financiamento de Estudos

O Fundo de Financiamento Estudantil do Governo Federal (FIES) usa como critério de seleção o ENEM. O candidato deve ter tirado no mínimo 450 pontos em todas as áreas do conhecimento abordadas pela prova, além de não ter zerado a redação. De igual modo ao tópico acima, o FIES se baseia em critérios de renda e escolaridade. Também acontece duas vezes por ano. 

4. Entrar direto em instituições privadas de ensino superior

Algumas universidades privadas espalhadas pelo Brasil aceitam a nota do ENEM como forma de ingresso direto, ou seja, o aluno que obtiver a pontuação mínima pode entrar e começar a estudar na instituição. Existem algumas que oferecem descontos no valor das mensalidades com base no desempenho do estudante no ENEM. Vale a pena pesquisar um pouco mais sobre como as faculdades de seu interesse abordam essa questão. 

Enem e Vestibulares
Use sua nota do ENEM para entrar em uma instituição privada de ensino superior! | Foto: Freepik

Outros vestibulares

Diferentemente do modelo tradicional visto nas provas do ENEM e todo o processo de ingresso à faculdade que gira em torno desse exame importantíssimo, não podemos deixar de falar dos outros vestibulares que existem em contrapartida a esse padrão.  Em geral, as instituições públicas de ensino superior costumam ofertar as vagas de seus cursos tanto para o SISU e ENEM, quanto para vestibulares próprios. 

Um bom exemplo disso é a renomada Universidade de São Paulo (USP), a qual adota ambos os modelos de ingresso, ou seja, o candidato pode entrar na instituição ou pelo ENEM ou pelo vestibular FUVEST. No entanto, a USP reserva uma fatia maior do total de vagas para o seu vestibular próprio, que é considerado um dos mais difíceis do Brasil, algo que dificulta ainda mais ser selecionado para estudar nesta universidade pelo ENEM. 

Nas notas de seleção do SISU, a USP costuma liderar o ranking das maiores notas de corte! O curso de Medicina, como de costume, é o que apresenta maior dificuldade de aprovação. A Universidade Federal de São Paulo também é um exemplo de como o cenário muda de lugar para lugar. A instituição adota um sistema de vestibular misto, onde o candidato deve prestar o ENEM e o próprio vestibular da UNIFESP. Interessante, não? 

Os formatos de prova também variam bastante de uma universidade para outra. Podem ser dois ou três dias de prova, com mais ou menos tempo de realização delas. O AMentoria recomenda que você saiba primeiro onde é o que gostaria de cursar na graduação, para ficar mais fácil pesquisar e se acostumar com os modelos de prova. 

Viu como o Enem e vestibulares apresentam vantagens e desvantagens? O time do AMentoria espera ter conseguido te ajudar a sanar dúvidas e contribuído para sua jornada acadêmica. Não deixe de nos acompanhar! Até breve, caro leitor. 

Gostou do conteúdo?🤔

Então compartilhe com seus amigos.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

📄 Últimas notícias

📚 Informativos

Gostou do conteúdo?🤔

Então compartilhe com seus amigos.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Outros artigos que podem te interessar

cropped-Icone-fundobranco.png

Publicado por Amentoria
29/09/2023

cropped-Icone-fundobranco.png

Publicado por Amentoria
28/09/2023

amblog

O melhor lugar para você encontrar conteúdos GRATUITOS que vão te ajudar no Enem.

Nossos produtos

Fale com nosso comercial

contato@amentoriaenem.com.br

Seg a Sex das 08:00 às 18h

Todos os Direitos Reservados 2021 | Amentoria Enem